O Comando Bueiro é o inferno .

O Comando Bueiro vai de novo Destruir o Interef, que vai ser realizado em Avaré,no final do mês de outubro.

Lembrando também que a outra parte do CB estará quebrando tudo e levando o que não estiver acorrentado em Santa Bárbara, no Economíadas

Esta é a página experimental do CB.

Em breve haverá uma enorme reformulação.

Só montei a página para os avarenses saberem com quem estão lidando

O CB é um grupo de amigos que iniciou sua empreitada na EEFEUSP. E hoje em dia esta conseguindo arrebanhar membros do mais alto gabarito nos mais diversos segmentos da sociedade com um objetivo único
BARANGAR

Em quanto isso colocarei os nomes que eu lembro dos membros :
  • Paçoca - Presidente
  • Baranguinho - Vice
  • Eric - diretor administrativo
  • Roy - gerente administrativo
  • Cesão - diretor de patrimonio
  • Junão - diretor de alguma merda
  • Vitinho - estagiario
  • Tigrão - diretor de marketing
  • Tiagão - gerente do departamento fantasma
  • Shoite - um ridículo que pretende um dia pertencer a este seleto grupo
  • Silva - tesoureiro
  • Merlin - diretor de assuntos jurídicos
  • Santiago - gerente de qualidade
  • Sal - gerente de qualidade
  • Ricardal - diretor de assuntos exteriores
  • Saddan - golero
  • Irineu - superintendente de lutas
  • Jebão - engenheiro da faxina
  • DigãoE.- gerente de fornecimento
  • Dina - miss buerete
  • Jonas - gerente da chave


    OS DEZ MANDAMENTOS DO CB :

    1.Jamais voltar para casa com o placar zerado.A conquista é uma questão de honra.
    2.Nunca pecar por omissão. Se a mulher der mole , o Bueiro tem a obrigação de cair dentro.
    3.Nunca usar de violência (ao menos que ela peça...), ou recursos financeiros para conseguir uma mulher.
    4.Nunca entrar num campo de batalha olhando para o chão. Os olhos do Bueiro, devem estar sempre fuzilando a vítima.
    5.Amar a baranga acima de tudo. O que conta do currículum de um Bueiro é a quantidade e não a qualidade.
    6.Ficar atento às oportunidades que surgem durante uma noite. A vítima deve ser atacada ao primeiro guardanapo que cair no chão. O Bueiro é antes de tudo um oportunista.
    7.Beber muito.O completo estado de embriaguez de um Bueiro o tornará apto a rebocar o maior canhão da festa com a paixão ardente de um adolescente.
    8.Como bom e fiel devoto de São Jorge, o Bueiro deve honrar a espada, domar o dragão e não se fazer de difícil para nenhuma mulher. Bueiro não tem ego e nem tampouco orgulho.
    9.Mentir sempre. Vale prometer casamento, viagem de férias para Aruba, fim de semana em Búzios, jurar que é milionário e, sobretudo, que a baranga é mais bonita e boazuda que a Vera Fischer.
    10.Atacar todas as mulheres sem distinção de cor, raça, credo.Respeitar somente a avó e a mãe do outro Bueiro...se esta última não for viúva ou separada, é claro!!!


    Quem é do comando na verdade não tem medo de cara feia e seu Q.G. é na Caverna do Dragão também conhecida como Cervejaria Continental

    CÓDIGO DOS CAFAJESTES.
    PREÂMBULO
    NÓS, CAFAJESTES PROFISSIONAIS, SEMPRE REUNIDOS PARA NOVAS CONQUISTAS, DESTINADOS A NOS EMBRIAGAR E ENCARAR A PRIMEIRA ( 2° , 3° ...) MULHER DE QUALQUER ESPÉCIE QUE NOS QUEIRA, EM TODA HORA OU QUALQUER LUGAR, VEM PROMULGAR, VISANDO O BEM ESTAR DOS NOSSOS EGOS E A SATISFAÇÃO DE NOSSA LASCIVA, O SEGUINTE CÓDIGO DOS CAFAJESTES:
    TÍTULO - I
    DOS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS.
    Art.1° . Não ter nenhum princípio.
    Art. 2° . Homem não trai, distrai-se.
    Art. 3° . Nunca se deve bater em uma mulher - ela pode gostar.
    Art. 4° . O que é bom agente come e mostra; o que é ruim agente não mostra, mas come.
    Art. 5° . Figurinha repetida não completa álbum, mas serve para quando bater o desespero.
    Art. 6° . Mulher é que nem "Elma chips" - impossível comer uma só.
    Art. 7° . As velhas desculpas ainda colam:
    I- Só a cabecinha meu amor.
    II- Eu estava bêbado.
    III- Desculpe, mas não me lembro de você.
    IV- Vou comprar cigarro e já volto.
    V- Você é a única na minha vida.
    VI- Você vai acreditar na sua(eu) amiga(o) ou em mim?
    VII- Meu amor ... eu te amo.
    VIII- Relaxe... eu não vou fazer nada que você não queira.
    IX- Prometo que não vou te trair de novo.
    X- Eu posso explicar...
    XI- Entenda...já estou me separando dela
    Art. 8° . Cafajeste não mente - omite.
    Art . 9° . Canta-se mulher no atacado para se pegar no varejo.
    Art. 10. Não tenha escrúpulos - seja cafajeste.
    d 1 ° . Toda mulher gosta de sofrer.
    d 2° . Elas adoram quando são feitas de chiclete.
    Art. 11. Toda mulher é igual - Só muda a pelagem.
    Art. 12. É obrigação de todo cafajeste abrir novos parques de diversões (ex-virgens).
    Art. 13. Mulher feia é que nem violino - vira a cara e passa a vara.
    Art. 14. Todo cafajeste tem que ter classe.
    Art. 15. Toda e qualquer mulher é objeto de seu prazer.
    Parágrafo único - Mulher é bem de necessidade pública .
    Art. 16. O que cair na rede é "Pêxe".
    Art. 17. Cafajeste não se arrepende - se diverte com o fatídico.
    Art. 18. Esposa e Namorada não são sinônimos de fidelidade. d 1° - Cavalo amarrado também come capim.
    d 2°- As outras mulheres adoram cafajestes com namoradas, noivas, esposas e ou afins.
    Art. 19. Nunca deixar os amigos por uma namorada, salvo por alguns instantes, e com a finalidade de diminuir o nível de testosterona antes das conversas. Art. 20. "Praga" e "Ranço" de Ex-namoradas só saem com mulher feia.
    Art. 21. Biela é questão de tempo.
    Parágrafo único- mulher é fase, por isso aproveite as boas fases, e guarde algumas fêmeas para o período de vacas-magras.
    Art. 22. Ex-namorada também serve como merenda nas horas de solidão.
    Art.23. Não enjoe de mulher nenhuma, tenha sempre na agenda os telefones para 'necessidades".
    Parágrafo único - Convém, em alguns casos excepcionais, manter contato telefônico ao menos 1(uma) vez ao mês, para lembrá-las que você as adoram, amam, etc. ..., e que "necessitam" delas.
    Art. 24. VETADO
    Art. 25. Negue tudo até a morte, ela acaba acreditando.
    Parágrafo único - Enquanto você ainda estiver vestindo com um pé de meia há desculpa, caso não esteja mais, vale tentar para o fato de estar vestido com uma camisinha (se estiver).
    Art. 26. Em casos de "necessidade", prometa tudo à uma mulher - elas adoram, acreditam, e acabam cedendo.
    Art. 27. É vedado qualquer recriminação ao cafajeste que embebedar uma mulher para pegá-la.
    Art. 28. Carro não é "prostíbulo", mas pode ser motel.
    Art. 29. Seja prevenido - leve camisinha até para velórios- mulheres são geralmente frágeis e sentimentais.
    Art. 30. Não perdoe - vingue-se.
    TÍTULO-II
    DAS CONSIDERAÇÕES E DESCONSIDERAÇÕES.
    Art. 31. Não se considera nenhuma mulher.
    Art.32. Homem não tem amigas, apenas as "consideram" um pouquinho mais.
    d 1° - Tal "consideração" merece algumas considerações:
    I- Se vacilar cai na vara.
    II- Deve-se sempre tentar alguma coisa com elas.
    III- Converse algumas safadezas com elas - você saberá do que ela gosta, e algum dia poderá ser útil.
    IV- A alegação de afinidades entre vocês poderá ser um bom método de convencimento.
    d 2 °. Considerar "mais" quanto amiga, não quer dizer maior consideração quanto mulher.
    d 3°. Não excetua-se o disposto nos artigos antecedentes, sobretudo o referido no Art. 7° , I ; VII ; VIII.
    Art. 33. Um cafajeste nunca trai o outro.
    d 1° . Deve-se sempre respeitar o amigo cafajeste
    d 2° . São todos cúmplices sem distinção de Ato, fato, ou motivo:
    I - Um nunca entrega o outro.
    II - Um sempre encoberta o outro.
    III - A culpa nunca é do cafajeste agente, sempre do cúmplice amigo.
    ART. 34. Se por uma breve falha de personalidade um ex-cafajeste amigo seu, começar à namorar "sério", a namorada dele é homem. Parágrafo único - Excetua-se da denominação "namorada":
    I- Mulher que ficou em festa.
    II- Merenda antiga.
    III- Cachorras e safadas
    IV- Ex-namoradas
    Art. 35. Na contagem do Escore da noite, consideram-se, entre os cafajestes, a mesma mulher que eles ficaram na noite.
    Art. 36. Para o disposto nesta Lei, não se considera como mulher:
    I- Sua mãe;
    II- Mãe de seus amigos;
    III- Sua irmã.
    Art. 37. Consideram-se como fêmea para os fins desta lei:
    I- Outras mães, sobretudo a de sua namorada; esposa; e ou afins;
    II- Irmãs dos outros, inclusive as de seus amigos, prometendo-os, mesmo que não cumpra, que não fará com as irmãs deles, o mesmo que faz com as dos outros.
    Art. 38. Prima não é parente.
    Art. 39. Mulher é a parte da vagina que a gente não come.
    TÍTULO- III
    DAS CLASSES E CLASSIFICAÇÕES.
    Art. 40. Existem 3 (três) classes de mulheres: As PUTAS; as FILHAS DA PUTA; e as PATAS.
    I- As PUTAS são aquelas que transam com todo mundo, até com você.
    II- As FILHAS DAS PUTAS são aquelas que transam com todo mundo, menos com você.
    III- As PATAS são aquelas que só transam com você, e ficam pensando que são suas namoradas.
    Art. 41. Os cafajestes só pegam 3(três) tipos de mulher:
    I- As nacionais;
    II- As estrangeiras;
    III- As extraterrestres.
    TÍTULO - IV
    DAS CACHAÇAS E DAS BIRITAS.
    Art. 41. Cafajeste não toma 1, quem toma uma é boiola.
    Art. 42. Todo cafajeste que se preza é biriteiro.
    Art. 43. É vedado toda e qualquer recriminação à barriga de cachaça do cafajeste.
    Parágrafo único - Barriga de cachaça não é barriga - é calo sexual.
    Art. 44. Tudo é lícito quando se está embriagado.
    Parágrafo único - Faça o que quiser, só não dê a bunda.
    Ver título V com todas as suas atenuantes.
    Art. 45. Nunca deixe de beber com os outros cafajestes por causa de mulher.
    Vide Art. 19.
    Art. 46. Mulher é consequência de cachaça bem tomada.
    Art. 47. Toda mulher merece Uma; Poucas merecem Duas; Nenhuma merece Três.
    Art. 48. Quando algum cafajeste amigo seu, não alcoolizado, te der um conselho, aceite, ele sabe o que diz, sobretudo no tocante à mulher que você quer libidinar.
    TÍTULO- V
    DAS BOZENGAS E MOCRÉIAS
    Art. 49. Considerar-se-á BOZENGA toda mulher rude, bestial, cujo semblante apresente deformação aberrante e permanente.
    Art. 50. As BOZENGAS e MOCRÉIAS serão divididas em grupos e subgrupos com as respectivas denominações:
    I- Vassouras de bruxa;
    II- Belugas;
    III- Carniças;
    IV- Demais denominações afins.
    Art. 51. Fica isento de punibilidade qualquer um que:
    d 1°. Pratique delito contra qualquer uma dessas criaturas.
    d 2°.Caso o delito tiver ressonância social, o agente concorrerá ao "MÉRITO DO GRAN-CAFAJESTIS".
    Parágrafo com redação determinada pela Lei 6969/98 .
    Art. 52. Causas excludentes de anti-juridicidade.
    I- Elevado grau alcóolico.
    II- Ambiente favorável.
    III- Bestialidade absoluta do ser.
    Art. 53. Considera-se induzimento a erro essencial, aquele que para satisfazer interesse exclusos, induzir ao amigo a agarrar alguma dessas criaturas.
    d 1°. O agente passivo está isento de culpa ou dolo.
    d 2°. O agente ativo perderá o título honorífico de "Cafajeste", sendo excluído das disposições desta Lei.
    DISPOSIÇÕES FINAIS.
    Art. 54. Mulher é o melhor ser do Universo, Nós não conseguiríamos viver sem elas, afinal de contas, quem iria lavar; passar; cozinhar e costurar para a gente?
    Art. 55. Acata-se disposições em contrário (diminui-se a concorrência).
    Art. 56. Este Código entra em vigor toda vez que um cafajeste começa a encher a cara, e sua vigência vai até ele morgar.
    Salvador, 16 de dezembro de 1997, 176° da Independência e 109° da República.
    LEGISLAÇÃO ESPECIAL.
    LEI DE SÃO JORGE.
    LEI ORDINÁRIA (BEM ORDINÁRIA) N° 6969 DE 1998.
    DISPÕE SOBRE A RELAÇÃO COM MULHER FEIA (DRAGÃO), BOZENGA, MOCRÉIAS, E AFINS
    Art. 1° . O cafajeste não faz distinção entre mulher bonita e feia(1), o que cair na rede é pêxe, e o que vier ele está traçando.
    Vide Art. 16 do Código dos Cafajestes.
    (1) . Denominação determinada pelo Título V , Art. 48 do Código dos cafajestes.
    Art. 2°. Não existe mulher feia, mas sim pouca cachaça.
    Art. 3°. Não será reprimido em nenhuma hipótese, aquele que ficar com uma mulher feia , mesmo que não alegue embriagues, ou qualquer excludente de anti-juridicidade.
    Parágrafo único - A embriagues elimina a tipicidade dolosa do ilícito praticado.
    Vide Art. 51 do Código dos Cafajestes.
    Art . 4° . A caridade faz bem à alma, e uma alma caridosa terá, de alguma forma, a sua recompensa, portanto quando encarar mulher feia, espere o retorno divino ( que não seja em dobro ).
    Parágrafo único - Deus retribui o bem feito aos outros, mesmo que seja a uma bozenga, te dando, posteriormente, algo melhor (porque pior é impossível).
    Art. 5° . Mulher feia só serve para os cantos, não devendo, em nenhuma hipótese, ser mostrada à sociedade.
    Parágrafo único - Em lugares públicos Está proibido de se levar Dragão.
    Art. 6°. Só é permitido sair com baranga à noite, desde que não haja coisa melhor, e havendo, depois de ter esquentado os motores.
    Art. 7°. É lícito o ARRASTÃO só depois da meia noite, ou quando a situação estiver difícil.
    d 1° . Considera-se situação difícil nos termos da lei, quando há:
    I- Pouca oferta;
    II- Grande concorrência;
    III- Estado de embriagues absoluta ( mesmo não estando, tal justificativa é aceita)
    IV- Abafamento provocado por biela duradoura.
    d 2° . Salvo as considerações do parágrafo anterior, até antes de meia noite, mulher feia dá azar.
    Art. 8° . Nunca diga a uma mulher que ela é feia - você terá uma inimiga para sempre.
    d 1°. Como mulher feia geralmente fica sem pretendentes, acaba "embaçando"a amiga bonita com você, portanto, sendo também amiga sua, fica mais fácil dispensá-la .
    d 2°. Mulher feia sempre é mal amada, chata, e dominadora da amiga.
    Art. 9° . Toda mulher feia tem uma amiga bonita.
    Art. 10 Está terminantemente vedada a lembrança dela pela manhã, principalmente se a encontrar por aí.
    Vide Art. 3°.
    Art. 11. Cafajeste nunca pega mulher feia - na hora ela é gata.
    Art. 12. Cafajeste nunca dormiu com mulher feia - mas já acordou com um monte.
    Art. 13 . Ficar com mulher bonita não é uma conquista individual, mas sim de toda a coletividade de amigos, estando o agente ativo, obrigado a explicitar com todos os detalhes o fato ocorrido.
    Art.14. Um cafajeste não critica o outro por ter ficado com uma mocréia, pois todo mundo já pegou mulher feia.
    Art. 15. Lembrem-se sempre , que em estado de "necessidade" e calamidade pública, são as bozengas que te salvam.
    Art. 16. Para se sair de uma biela demorada, só encarando mulher feia.
    Art. 17. Praga de ex-esposa; namorada e afins, só sai com mocréia.
    Vide Art. 20 do Código dos Cafajestes.
    Art. 18. Não haverá distinção quanto ao trato de mulher feia e mulher bonita, exceto se:
    Redação determinada pelo Art. 11 , do Código dos Cafajestes , e pelo Art. 1° desta Lei.
    I- Se for muito cachorra ( pois todas são um pouquinho), não se beija, leva-se logo para o lugar de abate, você vai na frente e ela bem atrás para ninguém ver os dois juntos.
    II- Não se gasta dinheiro com motel ou outras dessas inutilidades com cachorra e ou mulher feia - qualquer canto é canto.
    III- Mulher feia não se mostra à sociedade, portanto só leve-as à lugares escondidos e escuros ( de preferência aquele que nem você consiga vê-la)
    Vide Art. 5°. Art. 19 . Mulher feia é que nem camisinha, logo depois do uso não presta mais .
    Art. 20. É lícito a velha conquista do "... ou dá ou desce..." - elas sempre querem dar, e nunca querem descer.
    Art. 21. A embriagues em qualquer grau ou situação é desculpa, estando o agente isento de pena.
    Art. 22. Não será CENSURADO aquele que por erro, dolo, coação ou embriagues, pegar mulher feia.
    Art. 23. "Queima o filme" se mulher bonita te ver com mocréia.
    Art. 24. Com Mulher feia é que nem urubu, tem que ser na pedrada.
    Art. 25. Acata-se disposições em contrário - cada caso é um caso de necessidade, e todo São Jorge já matou o seu dragão .
    Art. 26. Esta lei entra em vigor toda vez que a "situação" ficar difícil.
    Salvador, 16 de dezembro de 1997, 176° da Independência, 109° da República.


    Este codigo foi desenvolvido por barangueiros baianos, aos quais agradecemos por escrever com palavras o que já estavamos cansados de saber......